Camboja: o que fazer e quantos dias ficar

Ele não é dos países mais cobiçados por quem visita o Sudeste Asiático, mas “esconde” uma beleza impressionante. Seu misticismo, simplicidade, seus templos grandiosos…fazem dele um país cada vez mais procurado pelos viajantes. Neste post vou falar tudo sobre o Camboja: o que fazer e quantos dias ficar.

camboja

Quando pensamos no Camboja, nossa memória já puxa algumas informações bem tristes sobre o lugar, reflexo da guerra civil que matou quase um terço da população. Imaginar que o país ainda vive hoje sua reconstrução, que aquelas pessoas ali de fato são sobreviventes, tudo isso nos remete a uma verdadeira aula de história. Por isso, antes de visitar o país aconselho ler um pouco sobre ele, pois assim a gente vai entender muito mais fácil tudo que nossa vista alcança.

camboja

Angkor Wat

Este é sem dúvida o principal atrativo de lá. Entre as vantagens de visitar o Camboja está o preço. Tudo é muito barato, as pessoas precisam do dinheiro do turismo para sobreviver e eles vendem seus artesanatos, por exemplo, a qualquer preço. Ficamos até constrangidos de pagar tão pouco. Por isso, vale o bom censo. Vai precisar de chip internacional pro seu celular? Então clique AQUI!

camboja

O país de cultura milenar tem como destino mais famoso Siem Reap, que não é a capital do país mas muitas vezes é a única cidade visitada pelos turistas, mais abaixo você vai entender porquê. É comum encontramos pelas ruas diversos monges cobertos em vestes de açafrão caminhando tranquilamente pela cidade. Parecem felizes, tímidos e donos de uma simplicidade enorme. Ao mesmo tempo em que a cidade tem infra precária, guarda templos imponentes e um grande respeito à sua crença.

camboja

Dá pra fazer vários passeios a pé, na avenida principal temos a maior concentração de lojas, bares e restaurantes. Também é comum nos finais de semana montarem as feirinhas com produtos de artesanato e comida local. Em Siem Reap recomendo ficar dois ou três dias, não mais que isso. A cidade é a queridinha dos turistas porque é de lá o ponto de partida para conhecer Angkor Wat, conhecida como a oitava maravilha do mundo.

camboja

O templo é um deslumbre arquitetônico! Para você ter uma ideia é considerado o maior edifício religioso do mundo. O complexo conta com quase mil ruínas de templos. Pode e na maioria das vezes é visitado de tuk tuk, aquelas motoquinhas com carcaça que levam até dois passageiros. Além do Angkor Wat, também é bem visitado por lá o templo de Ta Prohm, que foi cenário do filme Tomb Raider. Você pode comprar a entrada ao lugar para um único dia ou mais, se tiver interesse de conhecer tudo com mais calma. Eu fui um único dia e achei suficiente, embora a caminhada seja bastante longa e canse mesmo. Por isso, leve bastante água e não economize no protetor solar.

camboja

No centro da cidade, onde estão os hotéis e pousadas, à noite é bem agitada. Bares, restaurantes, boates, tudo lá funciona em ritmo frenético. As casas de massagem são muitas e o preço foi o mais barato de toda viagem pela Ásia, paguei por uma hora de massagem cerca de R$ 16,00. Você pode escolher entre massagem de corpo inteiro, massagem nos pés, etc. Já reserve seu hotel, é só clicar AQUI!

camboja

A massagem feita pelos peixinhos, em que colocamos os pés dentro do aquário confesso que achei meio “nojentinho” e preferi não fazer, além de pensar no quanto de cócegas eu sentiria. Preferi não arriscar. Lá no centro tem um mercado super conhecido que é o Night Market, onde você pode comprar souvenirs e peças de artesanato, camisetas, tudo super baratinho. E seu Seguro Viagem? Clica AQUI e já deixa isso resolvido!

camboja

Este pôr do sol na foto acima é “vendido” por lá como uma coisa surreal de lindo. Lindo é, mas sinceramente não achei a última maravilha do mundo. É muito blá blá blá pra um pôr do sol que temos em vários lugares do mundo e do Brasil. Mas se já estamos por lá, vale sim a ida, só não espere algo inacreditável ok? Lembro que o acesso acima desse templo é restrito e quando cheio só sobe alguém quando desce alguém, tudo bem controladinho pelos funcionários que entregam inclusive uma especie de crachá pra quem está subindo, então chegue cedo pra ver o pôr do sol tranquilamente senão corre o risco do sol “cair” e não chegar lá em cima.

camboja

É sem dúvida um dos lugares mais místicos que já visitei, impressiona pela paisagem, pelos templos, pela sua gente. Inclua sem medo o Camboja em seu roteiro pelo Sudeste da Ásia, não vai se arrepender. Faça suas reservas pelo nosso site, acessando os links no Tudo Para Sua Viagem você não paga mais nada por isso e colabora para que a gente receba uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o site!

 

Compartilhe