Botuverá: como ir até a maior gruta do Sul do País!

Ela é a maior gruta do Sul do Brasil: Botuverá, já ouviu falar? Fica no município de mesmo nome, a cerca de 2 horas de carro de Florianópolis, capital de Santa Catarina. Neste post vou falar tudo sobre Botuverá: como ir até a maior gruta do Sul do País!

botuverá

Primeira parada: café da manhã tipicamente colonial!

Como Ir

Este é um passeio que dá pra fazer tranquilamente partindo de Florianópolis, capital de Santa Catarina. A agência Descubra Floripa, que realiza os principais passeios da região, busca o visitante onde ele estiver hospedado e todos seguem numa van até Ourinho, a cerca de 15 Km do centro de Botuverá. São mais ou menos 2 horas de viagem que passam rapidinho, em carro confortável e com som bacana. O passeio sai por volta das 7h e retorna somente final de tarde, lá pelas 18h.

botuverá

Gruta

A visita acontece em grupos de em média 15 pessoas. O tempo médio no interior da gruta é de 45 minutos. Para chegar lá, bastam alguns passos subindo uma escadaria e já se tem acesso ao interior da gruta. Dentro dela, você tem em alguns pontos mais “arriscados” corrimões para evitar escorregões. Também existem escadarias de ferro  para facilitar o trajeto por lá.

botuvera

Esforço leve: trilha curtinha para chegar à entrada da gruta

Por todo o trajeto, os visitantes vão recebendo informações de um guia local que explica sobre a formação da gruta, sua existência – de 65 milhões de anos – e ainda sobre os três salões onde estão estalactites e estalagmites, além de formações batizadas de travertinos, cortinas, couves-flor, chão de estrelas, fendas, vielas. São 1.200 metros de extensão mas não percorremos toda ela por uma questão de segurança.

botuvera

Em alguns pontos da caverna, os salões alcançam até 20 metros de altura. A partir dos primeiros 50 metros, já é possível vislumbrar os amplos salões que compõem a caverna. Já foram registradas por lá sete espécies de morcegos, mas confesso que não vi nenhum (ainda bem). O parque existe desde 1998 e a gruta foi “descoberta” na década de 50 quando o dono da propriedade foi procurar o cachorro que havia sumido.

Horários e Preços

A gruta pode ser visitada de terça a domingo, das 8h às 17h (primavera e verão) e das 8h às 16h (outono e inverno). Não funciona nas segundas-feiras, quando está em manutenção. Em algumas datas ao longo do ano o parque também não está aberto ok? Seguem: Dia da Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais, período de Natal que vai de 23 a 25 de dezembro e também 30 e 31 de dezembro e 01 de janeiro.

botuvera

Para entrar, cobra-se ingresso no valor de R$ 25,00 e R$ 12,50 (meia). Não aceita cartão para pagamento de ingresso ok? O local conta com armários para que você guarde mochilas e pertences. Pedem inclusive que os visitantes não entrem com celular, mas muitos não respeitam e levam para fazer fotos. Pelo menos os que vi fizeram sem flash. O local conta com um restaurante que oferece buffet livre ao custo de R$ 20,00 por pessoa (ref. junho 2019). Além da gruta, você pode curtir a natureza ao redor do parque e também fazer uma pequena trilha por onde se chega a uma mini cachoeira (não recomendada para banho, por ser perigosa) mas ótima pra relaxar ouvindo o barulho da água.

Museu do Imigrante

botuvera

Vários objetos de trabalho e do dia a dia, além de réplica de casas de época fazem parte da exposição do Museu

Também no parque funciona o Museu do Imigrante, que conta toda história dos antepassados da região, com exposição de casinhas de madeira com todos os objetos que existiam na época, desde fotografias na parede até móveis, etc. E ainda forno de cal (enoooorme), equipamentos para produção de cachaça e ainda um galpão onde estão expostos centenas de objetos variados do dia a dia a exemplo de ferro de passar, mala de viagem, cadeira do dentista, armas, tamancos, e muitos outros que nos faz voltar anos e anos na imaginação.

Santuário

botuvera

Área externa do Santuário de Santa Paulina

Depois da gruta, seguimos até o Santuário de Santa Paulina, que fica na região. A igreja é bem ampla e está localizada no alto de um morro com vista bem bacana. De lá, fomos ainda a uma vinícola saber mais sobre o processo de fabricação de vinhos, e por fim fizemos a degustação e tivemos um tempinho para compras de vinhos, queijos, doces, etc.

botuvera

E ai, vai encarar?

Acompanhe a gente também no Instagram, onde você pode receber várias dicas de viagem e conhecer paisagens incríveis! É só clicarAQUI! Viu como a gente te ajudou a planejar a viagem pra Morretes? Então chegou a hora de você ajudar a gente também! Faça suas reservas pelo nosso site, acessando os links no Tudo Para Sua Viagem você não paga mais nada por isso e colabora para que a gente receba uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o site com dicas sempre muito sinceras!

 

Compartilhe