Istambul: o que fazer neste lugar cheio de beleza e tradições

Já pensou conhecer Istambul? Não? Pois então trate de incluir na sua lista de lugares imperdíveis, desde que planeje ir num período em que o local esteja mais calmo em se tratando de conflitos. Istambul: o que fazer neste lugar cheio de beleza e tradições. É o que vamos descrever neste post!

istambul

Por ter mais de dois mil anos de história, a cidade respira arte, arquitetura e tradição em todos os lugares a sua volta. Mas existe uma parte chamada “nova”, e além disso o local dispõe de um ar de metrópole, talvez por reunir gente de todo o mundo, pela sua vibrante vida cultural e seu comércio agitado.

Istambul

As atrações turísticas de Istambul estão concentradas na fascinante Cidade Antiga. A cada dois passos você vai dar de cara com imponentes mesquitas com sua arquitetura impressionante e uma beleza em cada detalhe de fazer o queixo cair. A cidade dispõe de vários auto-falantes em postes que reproduzem som de orações, então é bem comum escutar ao longo dos passeios as orações e chamados para o momento de fé.

istambul

Se você é apaixonado por museus, uma boa opção pode ser o Museum Pass, que trata-se de um cartão que custa TL 72 e dá direito a entrada em museus por, no máximo, 3 dias (ou 72 horas após a primeira validação). Você pode adquiri-lo na recepção de alguns hotéis, além de agências de turismo e algumas lojas. Outra vantagem é que você ainda evita as longas filas em locais como a Basílica de Santa Sofia, o Museu Arqueológico, etc. Istambul: o que fazer neste lugar cheio de beleza e tradições? É isso que vamos listar abaixo!

istambul

Basílica de Santa Sofia

Um dos monumentos mais visitados de Istambul. Foi reconstruída três vezes no mesmo local, tendo sua primeira versão erguida pelo imperador Constantinius, em 360 antes de Cristo. Primeiro, funcionava ali uma igreja; depois, uma mesquita; e passou, portanto, a ser uma basílica (sendo assim até hoje). A cúpula tem trinta metros de diâmetro, é imponente e de uma arquitetura belíssima. Vale a pena gastar uns minutinhos observando a riqueza de seus mosaicos.

istambul

O local é patrimônio mundial pela Unesco, daí você tira a importância da basílica. Funciona de terça-feira a domingo, das 9h às 19h, de abril a outubro, e das 9h às 17h, de novembro a março. Atenção: o local fecha para visitação durante os primeiros dias do Ramadã. O ingresso custa TL 25 e você pode usar o seu Istanbul museum pass que falei acima, existem guias em áudio que podem ser adquiridos na entrada. Lembre-se que nas mesquitas não se podem usar bermudas, saias curtas, nem entrar com ombos à mostra ok? Em algumas eles oferecem panos para que as mulheres cubram seus cabelos, e saias caso estejam com calças muito apertadas (para vestir por cima mesmo). O ideal é já ir bem vestido (cobrir o máximo o corpo) e com roupas folgadas.

Banho Turco

istambul

Quem nunca ouviu falar desse famoso banho não é mesmo? É famoso e é “dolorido”, aviso logo! Mas não deixe de fazê-lo, faz parte da tradição e é bacana conhecer, mas não vá pensando que é algo mega relaxante pois não é. Você chega e é levado até uma sauna onde fica por cerca de 45 minutos a 1h. Depois, segue para o espaço maior onde estão as pedras de mármore em que os visitantes deitam para serem esfoliados e banhados pelos funcionários do local. Pelo menos comigo eles fizeram muuuuuuita força ao deslizar as mãos e em áreas como no joelho, por exemplo, senti bastante dor. Existem áreas para homens e outras para mulheres. Fiz numa área próxima à avenida principal do Gran Bazar.

Cisterna da Basílica

istambul

A Cisterna da Basílica ou Yerebatan Sarniçi é datada do século VI. Sem dúvida, um dos lugares mais impressionantes de Istambul. Foi construída durante o comando do imperador Justiniano com o objetivo de fornecer água para a cidade, a estrutura subterrânea possui um telhado com 65m de largura e 143m de comprimento, sustentado por mais de 300 belas colunas, que possuem capacidade para 80 mil metros cúbicos de água. O lugar é simplesmente surreal!

Um dos lugares mais disputados por lá é a visita às duas colunas suportadas por cabeças de medusas. As placas indicam onde você vai encontrá-las, ou então vai observar o “murmurinho” de gente indo pro mesmo local…são elas que atraem a turma. A origem das cabeças é desconhecida. A Cisterna da Basílica abre para visitação diariamente, das 9h às 18h30 (de abril a setembro), e das 9h às 17h30 (de outubro a março). A entrada custa TL 10.

Gran Bazar

Este lugar é outro imperdível da cidade. É nada menos que o maior e mais antigo mercado coberto do mundo. São ao todo 30 mil metros quadrados de área, 18 portões de acesso (por isso é preciso decorar por qual deles você está entrando pra acertar sair no mesmo local), duas mesquitas, 60 ruas, quatro fontes e cerca de 5 mil lojas e ateliês que vendem de tuuuuuudo: tapetes, couro, joias, antiguidades, especiarias, etc. Sabe quantos visitantes passam por lá? Entre 250 e 400 mil visitantes por dia. Viu que não dá pra ficar de fora? O lugar é tão impressionante que mereceu um post só sobre ele. Clica aqui e conheça tudo sobre o Gran Bazar!

istambul

Mesquita Azul

A Sultan Ahmet Camii ou simplesmente Mesquita Azul (nome não oficial) foi erguida durante o comando do sultão Ahmet I, entre 1606 e 1616. O imponente templo ganhou este nome não oficial devido ao número de azulejos azuis em seu interior. Tem arquitetura belíssima e ficar ali admirando e entrando em contato com aquela energia é maravilhoso. Observar a fé de seu povo, o respeito que eles tem naquele ambiente, tudo é aprendizado! Pra adquirir seu seguro viagem é só clicar aqui!

istambul

A entrada na mesquita é gratuita e o acesso controlado. Só não é permitida a entrada em momentos de oração. Observe os tapetes que cobrem o piso, são lindos! Ali perto estão os túmulos do sultão, de sua esposa e filhos, o local pode ser visitado das 9h30 às 16h30. Não pode entrar calçado na mesquita. Na entrada, os visitantes recebem sacos plásticos para que carreguem seus sapatos. As mulheres precisam cobrir a cabeça (cabelos) com lenço ou véu antes de entrar. E claro, falar baixinho é regra número 1 ok?

Ponte de Gálata

istambul

Dá pra cruzar a ponte a pé, ir próximo ao pôr do sol pode ser uma opção bacana pra deixar o visual ainda mais bonito. A vista é linda mas a ponte em si não é nada tão incrível, pelo caminho você vai encontrar restos de peixes deixados pelos pescadores e o cheiro já viu né? A área já foi o principal porto de Constantinopla, unindo os dois lados europeus da cidade. Na parte baixa da estrutura estão vários restaurantes e a boa pedida pode ser um prato à base de frutos do mar. Vai precisar de chip pra celular? Não fique desconectado e mostre aos seus amigos tudo que vai rolar na sua viagem. É só clicar aqui!

Torre

istambul

Daqui dá pra se ter uma vista realmente privilegiada da cidade. No topo da Torre de Gálata, tem-se um visual panorâmico de Istambul. Foi construída em 507, pelo imperador Anastasius. Já foi o ponto mais alto da cidade. Tem cerca de 60 metros de altura. Lá em cima, funciona um café e um restaurante que, à noite, oferecem jantar com apresentação de dança turca. A  Torre está aberta para visitação das 9h às 20h, custa TL 13 e a subida até o topo é feita de elevador.

Quando Ir

Primeiramente, pesquise nos periódicos e veículos oficiais de imprensa se a cidade está em relativo estado de “tranquilidade”, pois lá tem havido muitos conflitos. A primavera, que vai de abril a meados de junho, é o período melhor pra quem quer clima ameno. Outra boa opção é o outono, entre setembro e outubro. Quem quer mais agito, tem os meses de julho e agosto, quando acontecem vários festivais na capital. Mas aí, prepare-se para o calor hein! Se preferir o frio, programe-se a partir de novembro.

istambul

Onde Ficar

Istambul oferece desde grandes hotéis de luxo a hostel, podendo o visitante escolher a opção que for mais conveniente com seu bolso. Evitar a alta temporada e reservar hospedagem com certa antecedência podem baratear o custo deste item de sua viagem. Grande parte das atrações da cidade estão na área chamada Sultanahmet, a cidade antiga. Ficar hospedado nessa área requer um custo maior, mas você também economizará no transporte e ganhará tempo na viagem para conhecer e aproveitar melhor os atrativos. Dá pra fazer muitos passeios a pé, sem problemas. Na questão segurança, achei bem tranquilo. Claro que algumas ruas mais escuras nos fazem andar mais rápido, mas em geral achei a cidade segura. Entre os bairros mais “cobiçados” estão Sultanahmet e Beyoglu. Vai reservar seu hotel? É só clicar aqui!

istambul

Eu falei! Istambul é mesmo um lugar cheio de beleza e tradições. Faça suas reservas pelo nosso site, acessando os links no Tudo Para Sua Viagem você não paga mais nada por isso e colabora para que a gente receba uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o site!

 

 

Compartilhe