Como escolher um hostel: a gente conta tudo!

Certamente são duas coisas que pesam na hora da pessoa escolher um hostel pra se hospedar: preço e intercâmbio cultural. Para quem quer economizar é certamente a opção mais em conta principalmente se a pessoa viaja sozinha. Se vai de casal, eu particularmente prefiro pegar uma pousada. Se estiver em grupo, uma opção tão barata quanto pode ser o airbnb. Neste post vou dar dicas de como escolher um hostel pra sua trip. Vamos lá?

geckos hostel

Fachada do Geckos Hostel, em Floripa

Localização

Onde está localizado o hostel é sem dúvida o ponto mais importante antes de fazer a reserva em um deles. Afinal, é uma mão na roda quando se tem perto “de casa” farmácia, parada de ônibus, restaurantes, bares e supermercado (principalmente pra quem quer economizar ainda mais fazendo sua comida na cozinha compartilhada). Então, busque o endereço e olhe no google maps como é a rua, se o ambiente parece seguro, se existe vida próximo ao hostel. Outro item que deve ser levado em conta é se o hostel está próximo de destinos turísticos que você pretende conhecer. Se estiver, já ganha tempo e dinheiro fazendo passeios por perto.

bee w hostel

Rooftop do Bee W Hostel, em São Paulo

Porte

Em tese, quanto mais gente mais barulho! Então, se você busca silêncio principalmente na hora de dormir, pense duas vezes antes de ir pra um hostel de grande porte. Mas silêncio absoluto (como se estivéssemos em casa) realmente parece impossível. Afinal, estamos compartilhando não só o espaço, mas o estilo de vida de cada um. E as pessoas são mesmo diferentes! Umas acendem a luz do quarto a qualquer hora da madrugada, outras ligam a luz do celular pra não incomodar. Então desarme-se e tente relaxar mesmo com os incômodos que vão surgir. Numa experiência em Cape Town, na África do Sul, estive num quarto com seis camas (que foi super tranquilo) mas depois só havia vaga num quarto (eu diria galpão) com 70 camas e aí foi realmente impossível dormir. Porta batendo, luz acendendo, mas teve gente roncando. Ou seja, se seu sono for leve como o meu isso é um agravante!

local hostel

Local Hostel: ótima opção em Manaus

 

 

Parties

Muitos hostels realizam  festinhas no rooftop (principalmente em São Paulo) e ou em áreas comuns nos finais de semana. Fazem promoção e até dão caipirinha de brinde. Ótimo né? Sim, pra quem está nessa vibe de curtição é muito bom. Mas se você quer mais tranquilidade verifique como é a agenda noturna do hostel que pretende se hospedar. Muitos tem regras e permitem barulho de som e jogos somente até meia-noite.

bebida drinques

Privativo ou Compartilhado

Veja as opções de quarto. Os hostels costumam oferecer acomodações exclusivamente para mulheres ou mistas (homens e mulheres) e também privativos ou compartilhados. Alguns privativos têm banheiro no quarto outros não. Então verifique todos esses itens para ver o que melhor te atende. Fique atento também à quantidade de camas no quarto. Lembre-se que quanto mais gente, maior a chance de alguém roncar, acender a luz…bater a porta. Mas se você tem sono pesado, relaxe e vá pra o que tem mais camas, pois certamente será o mais em conta.

quarto hostel

Quarto do Casarão Hostel: Capitólio

Não há mistérios em dividir quarto. Todos estão ali na mesma vibe, são na maioria turistas e querem se conhecer, trocar experiências. É um ambiente onde rola muita amizade. Sua mochila fica ali junto de sua cama. Muitos deixam objetos em cima da cama como celular carregando, câmera, notebook, roupas. Nunca tive nenhum problema de sumirem com nada meu. Mas, a recomendação para estar tranquilo é você deixar objetos de valor no locker (armário) que o hostel disponibiliza. Se não tiver cadeado, eles costumam alugar. Toalha é outro item que você também consegue alugar no hostel ok? E alguns possuem serviço de lavanderia paga à parte.

quarto hostel

Cama do Local Hostel: provando que é possível ter conforto em hostel sim!

 

 

Ah, itens de primeira necessidade: wi-fi (o serviço antes era ruim mas agora os donos de hostels estão vendo a necessidade de ter este serviço de qualidade e melhorou muito. Afinal, todo mundo que viaja quer postar fotos nas redes sociais. Então, não só melhorou a conexão como agora é praticamente regra ter uma tomada junto de cada cama no quarto. Alguns tem luminárias individuais e cortininhas no beliche pra maior privacidade do hóspede.

Cozinha e Banheiro

A cozinha assim como o banheiro é compartilhado ok? Na geladeira, você pode guardar suas compras (não uma feira enorme) deixando sempre etiqueta com seu nome (no hostel tem etiqueta e canela pra isso). Fez a comida, depois hora de lavar tudo que sujou. Sim, é pra você se sentir mesmo em casa, então a regra é lavar os pratos.

cozinha hostel

Cozinha do Bee W Hostel: parece que estamos em casa!

Com grande movimentação, o hostel precisa ter equipe de limpeza sempre atenta aos banheiros. Confesso que alguns não têm esse cuidado tão rígido, outros são impecáveis. E aí com saber se o que você está escolhendo é limpo ou não? Pesquisando no google e lendo os comentários da galera. Isso ajuda a gente a filtrar as escolhas com menos risco de erro. Verifique a nota de avaliação do hostel.

banheiro hostel

Bee W Hostel: limpíssimo!

Infra

Vale a pena ver os serviços e infra-estrutura existentes no hostel. Por exemplo, se você vai à praia e no dia chove: o que fazer? Muitos hostels têm opções bacanas de passar o tempo como mesas de sinuca, ping-pong, jogos, tv a cabo com canais de filmes e esportes, etc.

areas lazer hostel geckos

Sala de convivência com mesa de sinuca e ping-pong, além de livros, jogos: isso tudo no Geckos Hostel

Também é comum disponibilizarem itens como bike, prancha, caiaque (alguns são gratuitos outros cobram aluguel). Normalmente o hostel tem serviço de bar e às vezes de restaurante. Você consome e paga no seu check out. O café da manhã tende a ser opcional (variando entre 10 e 20 reais em média). É aquele café bem básico (pão, presunto, queijo, frutas, cereais, e sucos) mas pra quem não quer sair em busca de uma padaria pode funcionar muito bem. Você também consegue reservar seus passeios no próprio hostel, muitos possuem linha direta com agências da região e você já resolve tudo num só lugar. Veja também se o hostel tem recepção 24h pra não ficar na rua hein!

geckos hostel

Sala de Tv com acesso a todos os canais de esportes: Geckos Hostel, em Floripa

Dicas

Para quem é marinheiro de primeira viagem ou que já costuma usar mas “esqueceu” alguns requisitos da boa convivência, seguem algumas dicas para o melhor uso e convívio num hostel:

1- Não ligue a luz durante a madrugada, tem gente dormindo e isso incomoda. Acenda a luz de seu celular.

2 – Usou o banheiro ou a cozinha deixe tudo do jeito que encontrou (limpo), outros usarão na sequência.

3 – Não espalhe suas mochilas, bolsas e pertences pelo quarto. Use o locker ou deixe tudo bem junto de sua cama.

4 – Não bata porta do quarto em nenhum horário. Se você pode encostá-la e fechar, pra que bater?

5 – Gentileza gera Gentileza!

hostel casarao capitolio

Limpeza e organização: marcas do Casarão Hostel em Capitólio

Indicamos

A gente só indica o que realmente a gente gosta e preparamos aqui uma listinha Brasil afora de alguns hostels que tivemos a melhor das experiências:

Florianópolis/SC – Geckos Hostel (Lagoa da Conceição)

São Paulo/SP – Bee W Hostel (Próximo Av. Paulista)

Capitólio/MG – Casarão Hostel

Manaus/AM – Local Hostel (Próximo ao Teatro Amazonas)

Para pesquisar sobre qualquer outro hostel, clique AQUI e garanta sua reserva!

Compartilhe