Avenida Paulista: de ponta a ponta, o que fazer!

A gente preparou um roteiro bem completo para quem quer explorar a Avenida Paulista, parada obrigatória em Sp, de ponta a ponta. Na cidade que não dorme são infinitas opções de lazer e se você curte arte, gastronomia, cultura aí se prepara que as possiblidades se multiplicam. Acompanhe a gente também no Instagram, onde você pode receber várias dicas de viagem e conhecer paisagens incríveis! É só clicar AQUI!

Roteiro

Quem chega em São Paulo quer logo colocar os pés na famosa Avenida Paulista, e muita gente anda de ponta a ponta sem saber a quantidade de atrativos que existem no local. A via encanta a todos com sua agitação, shoppings, arranha-céus e equipamentos culturais. Aos domingos, ela fecha para os carros das 10h às 16h. É quando a turma se joga pra lá pra curtir os artistas de rua, apresentações culturais, aulas de dança promovidas pelas academias, gente fantasiada de super herói. Tem literalmente de tudo na Av. Paulista. É super democrática, vai do samba ao rock.

01 – Japan House

Por lá, são muitos os equipamentos culturais, pra ajudar na otimização do tempo, vale a pena fazer a caminhada e ir seguindo nosso roteiro, partindo do bairro Paraíso até a outra ponta na Consolação. Iniciamos pela Japan House. Lá tem exposições muito bacanas com temas orientais. No térreo, funciona uma loja, café e área de exposição. No primeiro andar, tem exposições, loja e ainda um restaurante autêntico japonês, além de um terraço cheio de bambus. A entrada é gratuita. Vale a pena tirar o ingresso on line, principalmente se você for aos domingos, quando normalmente há fila para entrar. Funciona de terça à sexta, das 10h às 18h; sábados das 9h às 19h e domingos das 9h às 18h.

02 e 03 – Casa das Rosas e Mirante do Sesc

Bem em frente à Japan House está a Casa das Rosas, um casarão lindo histórico e dos poucos que sobreviveram ao tempo na avenida Paulista. Lá, tem área de exposição, jardim cheio de rosas e um café ao ar livre, vale a pena principalmente final de tarde e ainda mais se tiver num clima friozinho. Pouco depois de lá, na mesma calçada, você encontra o Sesc Paulista que tem atraído muitos visitantes por causa do mirante. São vários andares de exposições e lá em cima você tem café e mirante com vista linda da Avenida. O ingresso deve ser tirado on line pelo App Meu Sesc, eles liberam meia hora antes da visita, por isso tem que tá de olho no horário que você quiser ir ok? É gratuito.

04 – Centro Cultural Fiesp

Tem ainda o Centro Cultural Fiesp, o prédio reserva vários espaços para exposições, muitas com fotografias, esculturas ou pinturas, e ainda uma pegada de projeções visuais. Lá também funciona um teatro com espetáculos gratuitos onde você precisa tirar o ingresso on line ou tentar a sorte na hora se tiver ainda disponibilidade de ingressos. Já vi vários por lá e a agenda sempre é muito bacana!

05 e 06 – Itaú Cultural e Masp

Bastam poucos passos e você chega ao Itaú Cultural, prédio com vários andares dedicados às exposições. Algumas são permanentes, outras temporárias. Acesso gratuito e não precisa reservar ingresso on line. Lá funciona também um teatro onde sempre tem shows e peças, vale a pena buscar a programação. Mais adiante, chegamos ao Masp, museu mais icônico de São Paulo, com sua infinidade de obras. Tem a exposição permanente com obras de Portinari, Renoir, Rembrandt, e tantos outros artistas grandiosos. Funciona grátis às terças-feiras, das 10h às 20h com entrada até às 19h. De quarta a domingo, das 10h às 18h com entrada até às 17h (R$ 60 inteira e R$ 30 meia). Na segunda-feira, é fechado. O agendamento online, inclusive para os dias gratuitos, continua sendo obrigatório e deve ser feito pelo link: masp.org.br/ingressos. Nos domingos, embaixo do vão do Masp, funciona a feirinha de antiguidade com dezenas de boxes expondo produtos diversos que vão desde quadros até louças, pratarias, etc.

07 – Parque Trianon

Na frente do museu, está o Parque Trianon, um espaço lindo cheio de verde e acreditem: lá no meio a gente esquece que está juntinho de uma das avenidas mais  agitadas do país. Tem silêncio, pássaros cantando e muita tranquilidade. Ideal para quem quer um minuto de sossego, e a criançada adora. Funciona todos os dias das 6h às 18h.

08 e 09 – Conj. Nacional e Inst. Moreira Sales

Voltando à programação da avenida e seu agito, seguimos até o Conjunto Nacional, onde funcionam algumas lojas, sorveterias, cafés e está a sobrevivente livraria Cultura. Bem à frente do prédio, temos o Instituto Moreira Sales, que possui biblioteca e alguns andares com exposições (normalmente são fotográficas) e tem ainda um restaurante no térreo e mirante com vista ao lado oposto ao que visitamos quando fomos ao Sesc. Acesso gratuito.

10 – Shoppings e Gastrô

Claro que neste tour de praticamente um dia todo, a gente precisa parar um pouquinho pra comer né não? Tem muitas opções por lá. Além do restaurante da Japan House, do café da Casa das Rosas e do Café do Sesc, a avenida conta ainda com bares e restaurantes ao long da via, além dos shoppings como o Pátio Paulista (bem no comecinho), o Cidade São Paulo (pelo meio da avenida) e o Center 3 (já pro final da via, em frente ao Conj. Nacional). E tem ainda os ambulantes que vendem espetinhos, cerveja, pastel, etc. Na entrada do Parque Trianon, funciona uma feirinha com diversas opções de comida.

 

Compartilhe