Maresias: como ir e o que fazer no litoral norte de São Paulo

Como Ir

Saindo de São Paulo, mais precisamente do terminal Portuguesa-Tietê são 5 horas de ônibus até Maresias, no litoral Norte do Estado. Fui pela empresa Litorânea (R$ 130,00 ida e volta). O ônibus é bem confortável e tem wi-fi mas já adianto que é bem instável. Na rodoviária, os preços praticados pelas lanchonetes são típicos de aeroporto, então se quer economizar já leve uns biscoitos, lanche, etc. Neste post vou falar tudo sobre Maresias: como ir e o que fazer no litoral de São Paulo.

maresias

Litoral norte de São Paulo: difícil eleger a praia mais bonita!

Estrada

A viagem é super tranquila, claro que é distante mas confesso que nem senti muito essa distância toda. Uma soneca aqui, uma musiquinha no fone de ouvido, as paisagens e logo você chega à praia. Dá pra ver até umas cachoeiras pelo caminho. O ônibus faz algumas paradas pra embarque e desembarque de passageiros, mas pra lanche mesmo tem uma só de 15 a 20 minutos numa lanchonete. Em Maresias, que é um bairro de São Sebastião, o ponto de descida é na Praça do Surf, que fica na beira mar e na avenida principal onde se concentram hotéis, pousadas, hostels, bares e restaurantes. Vamos aos passeios?

maresias

Visual de passagem: Praia de Boiçucanga

Trilha

Um passeio super de boa pra fazer é a trilha Maresias – Paúba, que tem uma duração de cerca de 1 hora de caminhada (ida e volta) dependendo do ritmo de cada um, é claro! No caminho, o guia vai falando sobre a história do lugar. A trilha começa entrando pelo condomínio Promotório (onde é liberada a entrada de pedestres). Em poucos minutos, você chega na praia do Saco, que tem este nome porque era ali onde os pescadores nativos faziam suas trocas de mercadorias.

maresias

Mirante: praia do Paúba, reduto de surfistas e pescadores

Paúba

Em seguida, você chega a um mirante de onde se tem a vista da praia do Paúba cuja extensão é de 480 metros e lá está uma pequena vila de pescadores que ainda resistem a manter esta atividade. A praia é bem bonita e também perigosa dependendo do dia. Fique atento se o mar está calmo ou agitado. Se estiver bom pra surfista, não entre. Contente-se em admirar o visual, como eu fiz. Existe lá opção de restaurante onde você pode comer peixe frito e até sushi feito na hora.

maresias

Passamos pelo centrinho histórico: Capela Imaculada Conceição e Madre Paulina

Bike Tour

Esse é outro passeio bem bacana de fazer. Dura em média 2h30 a 3 horas. Do próprio hostel onde fiquei (falo dele mais embaixo) saem as bikes. O roteiro começa na avenida principal e depois entramos no Sertão de Maresias, como chamam os nativos. É a parte mais interior do bairro, onde podemos verificar de fato como vivem as pessoas.

maresias

Vila de Pescadores: os poucos que mantém a tradição da pesca local

Poço do Caetano

Paramos a bike num jardim de uma pousada em meio à mata e seguimos uns minutos a pé até chegar no Poço do Caetano, para dar aquele tchibum! A água é fria mas não dá pra recusar o banho, ainda mais depois de umas pedaladas. Embora pequeno, o poço chega com água acima do peito. Muito bom! Quer um roteiro especial de gastronomia em São Paulo? É só clicar AQUI!  

maresias

Depois pegamos a bike e seguimos até uma área onde estão alguns tubos gigantes de concreto, construídos pela Sabesp, para melhorar o fornecimento de água e tratamento de esgoto da cidade. Depois de muitos anos de sua construção, chegou-se a conclusão que o terreno não era adequado. A obra ficou anos e anos parada até que a população resolveu dar um desfecho bacana a essa história: pintaram os tubos com grafitagem colorida e o local virou ponto turístico. Iniciativa nota dez! Ponto pra comunidade. Na alta estação os grupos de bike chegam a ter dez pessoas. O hostel dispõe de uma bicicleta free para os hóspedes e as demais são alugadas pelo hostel para a realização do passeio.

Maresias

Obra inacabada da Sabesp que virou Arte em Projeto de Grafitagem da comunidade

Rapel

O rapel da Praia do Paúba é o mais procurado de lá embora não seja o mais alto e a explicação está no “visú” do lugar! Você cerca de dez metros apenas, mas fica nesse espaço contemplando um visual incrível do mar à sua frente. Pra fazer fotos então, é o paraíso. Mas abaixo falo deste quesito.

Pra chegar até lá basta uma trilha de poucos minutos, nada muito puxado. É um passeio literalmente pra toda família, incluindo aí crianças e pessoas de mais idade. Inclusive, o próprio rapel da pra todo mundo fazer, claro que sob a orientação dos instrutores super treinados para tal e com todos os equipamentos de segurança que a prática exige.

maresias

Fotografia

Um dos instrutores é craque na arte de fazer boas fotos, você vai descer duas vezes de rapel e na primeira ele mostra os “truques” para fazer fotos incríveis, e todas têm nome hein: homem-aranha, baratinha, bailarina, etc. Um pouco de medo na hora de fazer essas poses não vou dizer que não dá porque dá sim! Mas também se não tivesse adrenalina que graça teria não é? Vá e se jogue nas fotos pra bombar o insta e o face. Maresias: como ir e o que fazer no litoral de São Paulo. Viu que tem muito que fazer?

maresias

Posição do Homem-Aranha, tem coragem?

Onde Ficar

Maresias tem várias opções de hospedagem, pra todo bolso na verdade! Desde hotéis com muito luxo, a pousadas, e até hostel onde você vai com certeza economizar uma grana se assim preferir. Vou dar duas opções bacanas de hospedagem. Uma é a Pousada Porto Mare, que fica a poucas quadras da praia e tem uma excelente infra-estrutura, com piscina, sauna, sinuca, área de lazer infantil, lounge e um restaurante com comida maravilhosa. O quarto é super confortável, banheiro espaçoso e atendimento de primeira.

maresias

A opção mais econômica fica para o Caiçara Hostel, onde você estará a uma quadra do mar (200 metros) e com opção de ficar em quarto privativo ou compartilhado. O bacana é que lá mesmo funciona a agência de turismo Maresias Tour, onde você já pode fechar seus passeios pra esta trip. Precisa alugar carro pra sua viagem? É só clicar AQUI!

maresias

Onde Comer

No quesito gastronomia achei a cidade bem “salgada”, fui tomar um café na padaria Elite II e um sanduíche de peito de peru com queijo mussarela e um suco foi cerca de R$ 26,00 reais, nos mercadinhos da avenida principal uma coca-cola custa R$ 5,00 e nos restaurantes vai pra R$ 7 ou R$ 8. Fazer compras e cozinhar no hostel pode ser uma opção. Se prefere comer na rua, uma das nossas sugestões é a Espetaria, que fica na avenida principal.

maresias

Espetaria: 42 tipos de espetos, difícil escolher qual melhor!

Inaugurada em dezembro passado, a Espetaria tem capacidade para atender 60 pessoas sentadas, que terão a missão de escolher entre os 42 tipos de espetos que a casa oferece. Entre os que mais saem estão: jacaré (pelo seu caráter exótico), cordeiro e salmão. Tem ainda os espetos doces, provei o de bolinho de chocolate (já adianto que são enormes, e um espeto dá pra duas pessoas). Provei o de picanha, filé mignon e jacaré (que tem uma carne bem macia), mas meus preferidos são as carnes tradicionais. O estabelecimento também funciona na praia, com um quiosque e cadeiras e guarda sol à disposição dos banhistas. Lá são servidas porções dos mesmos sabores que existem no restaurante. As cadeiras da praia são pretas e ficam em frente ao hotel Canto do Rio, bem no canto esquerdo da praia.

Faça suas reservas pelo nosso site, acessando os links no Tudo Para Sua Viagem você não paga mais nada por isso e colabora para que a gente receba uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o site!

Compartilhe