Jazz Burguers: hambúrguer como prato principal e jazz de sobremesa, que tal?

Dá pra imaginar um restaurante que não abre do entardecer da sexta-feira até o entardecer do sábado? Pois é, este restaurante existe e chama-se Jazz Burguers, localizado em dois bairros de São Paulo. Ah, pra completar o estabelecimento não vende carne de porco e nem bebida alcoólica. Parece surreal, mas conheci a casa e juro que isto é verdade!

jazz burguer

Foto Divulgação

Sem álcool

Mas aí a gente se pergunta: sem bebida alcoólica, porco e ainda fechando em parte do final de semana, quado os bares mais faturam, o que tem neste restaurante de tão bom? A resposta é: a comida, o atendimento, a ambientação e o astral da casa. Tudo isso faz com que o Jazz Burguers lote mesmo em dias de semana.

O Hambúrguer

O carro chefe da casa, claro que não poderia ser outro: é o hambúrguer. O estabelecimento chega a vender nada menos que 20 mil deles por mês. São dez opções. Entre elas, o Jhon Coltrane (200g de carne bovina, manteiga de ervas, queijo mozarela, tomate, mix de folhas, no pão com gergelim); e o Bacon Burguer (dois hambúrgueres de 150g de carne bovina, moída com 20% de bacon bovino, cheddar e cebola marinada no aceto balsâmico, pão com gergelim).

jazz burguer

Foto Divulgação

Para quem é adepto a uma alimentação mais natural, não há com que se preocupar. São 5 os sabores de burgers veganos, desenvolvidos especialmente pelo chef André Berti, que já foi adepto do vegetarianismo e entende muito bem o paladar apurado dessa clientela.

Experimentei o hambúrguer de bacon e confesso que deu trabalho comer todo. É muito grande, o prato é super bem servido e estava uma delícia. Pode acompanhar batata frita, como muitos pedem, mas deixe um espaço para a sobremesa porque é de tomar rezando o mil shake de churros. A torta de cheesecake é outra delícia, mas meu preferido é mesmo o milk shake de churros.

jazz burguer

Chef

O chef da casa é André Berti, que em poucos minutos de conversa impressiona pela sua determinação, coragem e simplicidade. Começou a gostar de cozinha na adolescência, não tinha ninguém da família trabalhando na área da gastronomia, idealizou e literalmente colocou a mão na massa pra que o Jazz Burguers se tornasse uma realidade.

jazz burguer

Empreendedor

Ele foi o “arquiteto” do restaurante, que tem uma ambientação linda, super aconchegante e cheia de requinte mesmo com materiais nada convencionais: portas, janelas, garrafas, caixas de bacalhau…tudo que ele podia catar de caçamba de metralha e em ferro velho ele catou. Os instrumentos nas paredes muitos foram doações, outros comprados até mesmo no exterior. E as mesas da casa foram feitas por ele. Sim, além de empreendedor, “arquiteto”, chef e administrador, André ainda tem o talento da marcenaria. A casa tem capacidade para atender até 380 pessoas.

jazz burguer

Formado em gastronomia pela faculdade Anhembi Morumbi, ele é um empreendedor nato, e afirma “tenho a cabeça nas nuvens e os pés no chão”. Daí, a experiência estar dando tão certo. A unidade matriz é no bairro Vila Mariana, que já soma mais de 5 anos; a outra unidade foi aberta há um ano nos Jardins, bairro nobre de São Paulo.

A kombi pendurada ao teto é uma atração a mais na casa…

Quem chega ao Jazz Burguers não imagina o quanto existe ali de dedicação. O chef André Berti após concluir graduação juntou o dinheiro que tinha e investiu em um curso de francês, partindo em seguida para Paris. Lá, trabalhou em diversos restaurantes e adquiriu conhecimento em várias áreas da culinária. De volta ao Brasil, fez pós-graduações e em 2009 ingressou na Igreja Adventista do Sétimo Dia, daí a decisão de não trabalhar aos sábados, que comentei lá no início deste post.

jazz burguer

No início, falei também que a casa não vende bebida alcoólica, o que é de fato verdade, mas calma! Quem não dispensa uma “gelada” não precisa se desesperar! Lá, estão à venda os principais rótulos de cervejas e chopp sem álcool do mercado nacional e as melhores marcas importadas. Uma novidade é que a casa começará a funcionar também com serviço de delivery, já a partir de junho.

jazz burguer

Música ao Vivo

Ah, além de todas essas delícias que chegam à mesa, ainda tem uma outra delícia que chega aos ouvidos: o jazz! A casa tem apresentação todos os dias das 20h às 23h, com couvert de R$ 6 por pessoa. Confraternização, aniversário, festa da empresa…os salões do restaurante são bem espaçosos e é um ótimo espaço para isso. Inclusive a casa pode fechar algum dos espaços para eventos. Fica a dica!

jazz burguer

Se você mora em São Paulo ou se vai turistar pela terra da garoa, anote esta opção gastronômica no seu roteiro. Vale a pena pela ambientação, pela comida, pela música…simplesmente vale a pena!

Serviço:

JAZZ BURGER

Unidades:

Ana Rosa – Rua Vergueiro, 2080 – Vila Mariana

Jardins – Alameda Itú, 1548 – Jardins

Horários de Funcionamento:

Segunda a Quinta

Almoço: das 11h30 às 15h

Jantar: das 17h às 23h

Sexta

Almoço: das 11h30 às 15h

Jantar: não abrimos

Sábado

Almoço: não abrimos

Jantar: das 19h às 00h

Domingo

Das 12h às 23h

Compartilhe