Floripa: roteiro básico pra quem vai à ilha pela primeira vez!

Que tal passar uns dias do verão ou o carnaval em Floripa? Não é à toa que falam ser a ilha da magia, ela é mesmo encantadora e arrebata quem chega como marinheiro de primeira viagem. Comigo foi assim, tempos atrás e desde então todo ano dou um pulinho por lá. É um lugar que a gente não cansa de visitar e quer sempre voltar. Neste post, vou contar o que não pode ficar de fora da viagem. Floripa: roteiro básico pra quem vai à ilha pela primeira vez!

florianopolis

Onde Ficar

Sugiro pra quem vai pela primeira vez à ilha ficar hospedado na região da Lagoa da Conceição, ali estão concentrados muitos restaurantes, hotéis, bares, boates, além de ser uma área bem central para quem quer dar um rolé nas principais praias, a exemplo da Mole, Galheta, Joaquina, entre outras. A gente indica o Koze Hostel, que é super bem localizado, tendo por perto farmácia, supermercado, restaurantes, etc. Além do mais, o espaço é super bem cuidado, limpo e organizado. Ah, pertinho dele tem uma parada de ônibus (essencial pra facilitar nossas idas e vindas). Para reservar sua vaga no hostel é só clicar aqui!

Florianopolis

Koze Hostel / Foto Divulgação

Lagoa

A Lagoa da Conceição é ótima pra caminhadas no começo de manhã e no final do dia. Lá, muita gente também aproveita para fazer esportes utilizando caiaque e stand up. Muitas famílias também forram uma toalha e fazem ali um piquenique, o que é uma delícia e ótimo local pra criançada. De lá, sai um passeio bem legal que é o do Barco Pirata. Clica aqui e já faz sua reserva!

florianopolis

Foto / DivulgaçãoPartimos do trapiche de Canasvieiras, localizado no norte da ilha de Florianópolis/SC;

Barco

O passeio a bordo do barco pirata passa por diversos locais da ilha: Baía dos Golfinhos (sem parada), praias de Jurerê, Jurerê Internacional, Daniela, praia do Forte e da fortaleza de São José da Ponta Grossa; almoço em restaurante de pescadores na Costeira da Armação, podendo ser bufete livre e à la carte com duração aproximada de uma hora. Em seguida, a embarcação passa pelo Forte de Santa Cruz, na famosa Ilha de Anhatomirim, em que um guia contará a fascinante história da fortaleza numa parada de uma hora para deslumbrar o local; tem ainda banho de mar próximo à Ilha do Francês (20 minutos) e retorna ao ponto de partida.

florianopolis

Praias

Vamos falar agora do que todo mundo mais quer! Praia, não é mesmo? Se liga aí no roteiro básico pra quem vai à ilha pela primeira vez! Pra começar, que tal ir na Praia Mole? Pra chegar lá não tem dureza! Pegou um ônibus no início da Avenida das Rendeiras (via que passa margeando a lagoa) é só pedir ao cobrador pra avisar quando estiver no ponto mais próximo da Mole. Não dá 10 min de ônibus, até dá pra seguir a pé, mas tem uma ladeira bem alta que é preciso enfrentar, então se não for atleta siga de “busão” mesmo. Descendo na altura da praia Mole, você tem acesso pela trilha ao lado dos estacionamentos, segue reto que chega lá!

florianopolis

Mole

A praia Mole é uma das preferidas dos surfistas, claro que por causa das ondas favoráveis à prática desse esporte. Por lá, estão alguns bares com boa infra e um ponto de apoio dos bombeiros com a equipe de salvamento sempre atenta. Não existem ambulantes nas praias de lá vendendo água, refri, nada disso ok? Do lado da Mole, tem a praia da Galheta, que é famosinha por ser uma praia de nudismo opcional. Eu falei opcional blz? Portanto, se estiver de roupa não se constranja, até porque os vestidos são maioria normalmente. O naturismo por lá é permitido por lei desde 1997, mas já era praticado há anos.

florianopolis

Existe um ou dois pontos de apoio para venda de bebidas e sanduíches naturais. Esses pontos de vendas dispõem de ducha para os banhistas. A vibe de Floripa permite que todos estejam curtindo o lugar sem pensar em julgamentos, portanto, vale a pena entrar pelado sim na praia. Só cuidado com as águas-vivas que em algumas épocas do ano estão em grande quantidade e pode ser um pe-ri-go pra quem tá tomando banho ainda mais desnudo. Se estiver em época, você logo vai perceber pela quantidade delas na faixa de areia, então cuidado dobrado!

florianopolis

Nudismo

Por lá, existem várias trilhas e se você é dos mais “tímidos” fique só pela praia tomando seu banho e depois siga outro destino, pois a turma mais “ousada” costuma “dar uns pega” por lá. Essas duas praias Mole e Galheta dá pra curtir num único dia tranquilamente. No dia seguinte, a opção pode ser a praia da Joaquina, que também fica pela área e não poderia faltar neste roteiro básico pra quem vai à ilha pela primeira vez!

florianopolis

Joaquina

A praia da Joaquina não é muito grande, possui apenas três quilômetros de extensão e é ótimo local para caminhar com a família. Também é bastante procurada por surfistas, já tendo sido palco inclusive de campeonatos mundiais de surf. No seu principal acesso existem várias lojas, restaurantes e amplo estacionamento. Se precisar alugar carro pra sua viagem, é só clicar aqui!

Barra da Lagoa

Para completar mais um dia com duas praias, uma boa opção pode ser a Barra da Lagoa, que também da pra chegar de ônibus sem estresse. Essas praias mais centrais são super de boa de conhecer de “busão” os horários são limitados mas é bem organizado o transporte público por lá. Os ônibus têm hora certa de passar e seguem à risca normalmente. Então, procure se informar antes de descer na praia pra não perder 40 min esperando um ônibus que passou há pouco, pois esse tempo você poderia estar curtindo mais a praia  e voltaria pro asfalto faltando  só quando faltassem uns dez minutinhos pra condução passar.

florianopolis

Foto: Reprodução Internet

Canal

O canal da Barra da Lagoa é uma espécie de rio que liga a Lagoa da Conceição ao Oceano. Água limpa, gente passeando de lancha, jetski, é puro luxo e riqueza, mas tem uns barquinhos também dos pescadores pra democratizar o ambiente. Na praia da Barra da Lagoa, o ambiente é bem “democrático”, você já vê gente vendendo espetinho de carne, aquela “farofada” em alguns pontos. A região oferece muitos bares e restaurantes e uma infinidade de lojinhas de roupas de banho e souvenirs. Floripa: roteiro básico pra quem vai à ilha pela primeira vez! Viu quanta coisa tem bacana por lá?

Guarda

Esse é um roteiro para final de semana ou feriado prolongado, mas a ilha oferece infinitas opções de lazer, destinos imperdíveis e que fui descobrindo nas demais viagens que fiz até lá. Um deles é a Guarda do Embaú, que vale muito a pena conhecer. Uma área diferenciada pela sua geografia que mistura rio e mar. Temos um post exclusivo sobre este passeio. É só clicar aqui!

Foto / Divulgação

Passeio de Lancha

Se sobrar um time pra curtir na melhor vibe “se fui pobre não lembro”, reserve um dia ou meio dia pra fazer o passeio de lancha pela ilha. Existem vários roteiros e a gente separou alguns pra você conhecer: O passeio com saída de Jurerê ou Ponta das Canas passa por Praia da Lagoinha; Cachoeira do Bom Jesus; Canasvieiras; Ilha do Francês; Jurerê; Jurerê Internacional; Praia do Forte; Ilha de Anhatomirim; Baía dos golfinhos; Praia do Tinguá; Armação da Piedade. Já o passeio para a Ilha Campeche sai do canal da Barra da Lagoa e percorre: Prainha; Piscinas Naturais da Barra; Praia da Galheta; Praia Mole; Praia do Gravatá; Praia da Joaquina; Praia do Campeche e Ilha do Campeche (não desembarca na ilha, ficam ancorados a 50 metros da praia). A gente tem também um post exclusivo sobre a Ilha Campeche, clica aqui e a gente te leva pra lá!

florianopolis

Foto / Divulgação

O período da diária da lancha é das 9h às 18h. E a meia diária, das 9h às 13h ou das 13h às 17h. E quem quiser saber mais sobre os passeios e verificar preço e dias de saídas, é só entrar em contato pelo site da empresa que a gente disponibiliza aqui!
Viu que Floripa é show! Se nunca foi, já tá mais que na hora e se já foi, trata de voltar porque este paraíso merece mais que uma, duas, três, quatro visitas! Neste post, Floripa: roteiro básico pra quem vai à ilha pela primeira vez, a gente citou o basicão que não pode ficar de fora, mas tem muito mais coisa legal por lá pra conhecer! Faça suas reservas pelo nosso site, acessando os links no Tudo Para Sua Viagem você não paga mais nada por isso e colabora para que a gente receba uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o site!

 

Compartilhe