Entre o mar e as serras cobertas pela Mata Atlântica, Itacaré (BA) é um encanto só!

Esse destino é pra quem gosta de praia com aquele visual que a gente não cansa de olhar. Itacaré, no litoral sul da Bahia, encanta à primeira vista. É o tipo do lugar que a gente coloca o pé na areia e já pensa “preciso voltar ou deveria ter programado pra ficar mais tempo”. Águas cristalinas, muita natureza em volta, montanha com Mata Atlântica e um centrinho que atende o turista da melhor forma possível, com preços democráticos. Acompanhe a gente também no Instagram, onde você pode receber várias dicas de viagem e conhecer paisagens incríveis! É só clicar AQUI!

Localização

Itacaré fica a 75 km de Ilhéus (onde funciona o aeroporto mais próximo), sendo um dos destinos mais procurados na chamada Costa do Cacau. Outra opção é ir pelo aeroporto de Salvador, distante 270 km via balsa de Itaparica ou 390 km via BR-101. Tanto a partir de Ilhéus quanto de Salvador, será necessário fazer o trecho final de ônibus ou carro pela BA-001.

Rodoviária

Na rodoviária de Itacaré não tem Uber ok? Você tem opção de ir à pé ou pagando R$ 30 de táxi (valor único para qualquer destino da área central da cidade). Coloque endereço da pousada no GPS e vá caminhando se não for tão longe. Foi o que fiz. A rodo dispõe de caixa eletrônico e tomada pra carregar celular.

Praias

Muitas praias tem um aspecto de selvagem, em que a gente se sente o próprio descobridor do paraíso, sabe? Isso se deve à grande área de preservação ambiental. Itacaré mantém o clima de beleza intocada em diversas praias da região. Entre as mais famosas estão: Prainha, Jeribucaçu, Engenhoca, Havaizinho e Itacarezinho. Em algumas trilhas é possível curtir um ótimo banho de cachoeira. E pra quem gosta de uma boa adrenalina se liga que tem opção de esportes de aventura como rafting, arvorismo, caiaque e, claro, surfe.

Primeiro Dia

Primeiro dia em Itacaré e a gente se joga onde?! Nas praias mais próximas da pousada pra ganhar tempo e conhecer melhor o que tem por perto. Fiz o roteiro de praias: Resende, Tiririca, Costa e Ribeira. Dá pra fazer tudo caminhando pela faixa de areia, a última passagem se a maré estiver alta aí melhor pegar a pista e seguir. É bem perto uma da outra, perrengue e cansaço zero! Fiz todas numa tarde e deu pra curtir total.

Na praia Resende tem bares e a turma aluga cadeira e guarda sol R$ 20 e R$ 10. A Tiririca também conta com bares e restaurantes, além de serviços semelhantes. Já a da Costa é completamente deserta, o acesso é pelas pedras e o visual lindo demais! Por fim, a do Ribeira que tem um beach club com cardápio variado, Wi-Fi, guarda sol e cadeiras (não há consumação mínima).

Aventura

Nesta praia tem opção de fazer arvorismo R$ 110 e tirolesa R$ 60 com a Conduru Ecoturismo. É uma experiência bem bacana pra quem curte uma adrenalina. Subimos até a base da empresa por uma escadaria (acesso junto ao restaurante da praia), lá em cima recebemos as instruções e equipamentos de segurança, depois é só curtir! São 10 minutos desde sua chegada para montar o equipamento até o final. Percorre uma distância de 280 metros no primeiro trecho e 180 metros no segundo. Precisa ter mínimo de 30Kg e máximo de 100kg. Não faça viagem internacional sem seu Seguro Viagem, clique AQUI e já garanta o seu!

 

 

Só não pode participar quem tem marca-passo, fez alguma cirurgia recente ou esteja grávida. A tirolesa funciona todos os dias do ano. Para o arvorismo o uso do tênis é obrigatório. O trajeto dura em média 1h30 com passagem por diversos obstáculos, entre eles, a ponte suspensa. Para mais informações e agendamento destas atividades é só clicar AQUI! Você consegue fazer todas essas praias numa tacada só numa manhã ou tarde, mas se quiser ficar mega sussa aí vale a pena reservar um dia todo pra fazer essas 4 praias! Segura o dendê que na Baêa tudo é no seu tempo, sem aperreio!

Segundo Dia

Fiz um tour massa para a Praia de Jeribucaçu. O passeio começa com uma trilha na mata Atlântica (dificuldade moderada). E chegamos numa cachoeira de 25 metros de altura formada a partir de uma barragem. É a cachoeira da Usina, dá pra fazer altas fotos e tomar aquele banho relaxante. Ficamos por lá uns 20 min e seguimos trilha que passa agora também por uma região linda de manguezal e a gente entra mesmo viu?! Num trecho a água bate na cintura. Uma aventura e tanta! A trilha total até a praia de Jeribucaçu é de 1h20.

Ficamos na praia do meio-dia até mais umas 15h30 / 16h (tempo pra quem quiser almoçar pois tem bar na praia e eles servem um peixe bem famoso feito na brasa). Quem tiver disposição pode ainda caminhar pelas pedras e chegar até a praia do Arruda onde ficam as piscinas naturais (na maré baixa). Linda demais! Super recomendo que vá lá. Precisa de hotel pra sua viagem? É só clicar AQUI!

Trilha

Pra voltar, mais 25 minutos de trilha só que dessa vez por caminho mais íngreme. A galera cansa até mais que na ida. O total de trilha (ida e volta) é de 7km. Não vale a pena fazer por conta própria este tour porque o ônibus circular que para mais próximo deixa a uns 4km da trilha. Além disso, lá não pega celular e não é tão simples achar o caminho dos atrativos. Faça por agência, vá por mim!

O guia neste tour foi massa, é o @santosdimenor que manja muuuuito de fotografia. Desenrolado todo, trepa em coqueiro pra pegar água pra gente, faz fotos incríveis e ele mesmo produz cenário e poses. Né fraco não! E no final ele ainda desenrolou um banquete de frutas. Este tour custa R$ 130 por pessoa (passeio de dia todo) e super indico a David Turismo.

Terceiro Dia

Outro passeio imperdível em Itacaré é o chamada das Quatro Praias: Itacarezinho, Camboinho, Havaizinho e Engenhoca. E no final visita à cachoeira Tijuique. Vamos lá! Itacarezinho: cobram os olhos da cara! Se você for de carro próprio vai pagar uns R$ 100 só de estacionamento. Lá funciona o Beach Lounge Restaurante que tem ótima infra de praia com espaços instagramáveis, lojas, duchas etc. Pra isso, precisa desembolsar R$ 300 por mesa. É uma praia com faixa de areia bem larga e extensa, do lado esquerdo tem uma bica com queda d’água pra relaxar e tirar o sal pós tchibum no mar.

Almoço

Camboinho: praia bem deserta do jeito que gosto! É pequena e tem uma cara bem selvagem e primitiva. Não há opção de bares ou comércio neste ponto. Havaizinho: nesta praia ficamos cerca de 2h30 pra almoçar. Tem alguns bares de praia e o preço bem justo. Moqueca para 02 pessoas R$ 80. O mar é agitado mas não avançando muito dá sim pra tomar banho até porque num lugar desse não dar um tchibum deve ser até pecado né?

Engenhoca: praia com muitas ondas, ideal pra quem curte surf, inclusive lá eles fazem aulas. Tem barracas de comes e bebes logo na chegada com opção de açaí, etc. Saímos de lá por volta das 15h30 para a cachoeira. Ficamos lá 40 min. No acesso a esta praia, observamos a estrutura abandonada de construção de um hotel que seria 6 estrelas, o que daria um ótimo cenário para cenas de filme.

Cachoeira

Para acessar esta cachoeira, paga-se uma taxa de R$25. A cachoeira tem 25m de extensão e queda forte de água com uma base da rocha que dá pra gente sentar e tomar aquela hidro natural nas costas. Pra chegar lá contamos com apoio de uma corda e tem salva vidas no local. Lá funciona um restaurante e tem Wi-Fi e banheiro. Tipo um clube mesmo. Se você não quiser almoçar na praia de Camboinho, pode comer nesta parada mas aí peça seu prato logo que chegar pra dar tempo ok?Para este tour, nosso guia super astral foi @santosdimenor e a agência que a gente recomenda de olho fechado é a David Turismo. Preço: R$ 130 por pessoa (taxa da cachoeira não inclusa).

Orla e Praia das Conchas

Sobrando um tempinho, vale a pena ir final de tarde conhecer a orla no centro de Itacaré, ficam vários barquinhos e lá tem ainda a igreja matriz e o letreiro com nome da cidade. Dá pra fazer tudo à pé ok? O local é cheio de turistas e de um modo geral me senti bem seguro pelas ruas da cidade. Ah, pertinho do centro também tem a Praia das Conchas, onde funciona um farol quadrado num píer bem bacana pra fazer fotos. O mar é calmo e a faixa de areia bem larga, ótimo pra quem vai com crianças.

Noite

E depois de um dia de praia a gente só quer o quê? Se jogar num centrinho animado cheio de bares, restaurantes, lojinhas e se tiver uma baladinha fechô! A rua mais turísticas é a Pedro Longo conhecida como Pituba e a Praça Santos Dumont. O local é super democrático, você consegue fazer uma refeição tipo PF por R$ 25. E nos restaurantes mais bacanas prato individual por R$ 60. Vale a pena ir no Acarajé Experto (junto da praça, já dobrando pra chegar na orla) que é uma delicia! R$ 10. Tem diversas opções gastronômicas, de sushi à comida italiana, passando por pratos à base de frutos do mar e muito mais.

Quando Ir

Vale lembrar que este destino é bacana de visitar qualquer época do ano, claro que fugindo da alta temporada você curte melhor as praias, as fotos saem menos “poluídas” e os preços são mais em conta. Os meses que mais chove por lá são março, abril e novembro.

Quantos Dias

Eu fiquei três noites em Itacaré e já no primeiro dia senti que era preciso mais tempo pra conhecer tudo. Se você tiver grana e puder esticar a viagem, faça! Pelo que senti pelo menos 5 noites (se tiver um pique bom de viagem) para você conhecer os principais atrativos da região ok? Alguns passeios são de dia inteiro por causa das trilhas e quantidade de praias que visitamos então o tempo por lá voa.

Hospedagem

A cidade conta com diversas opções de hospedagem, desde pousadas, hostels até resorts. Se no quesito alimentação é bem democrática, neste quesito de hospedagem idem. Tem pra todo bolso. Procure ficar próximo do centrinho onde a turma vai à noite pra jantar e dar aquele rolê, já facilita a locomoção na viagem. Uma sugestão pra quem quer hospedagem com ótima infra, piscina pra relaxar despois da praia, um café da manhã bem variado com frutas, bolos, iogurte, tapioca, ovos mexidos, banana frita, etc é a Pousada Villa N´Kara.

Tem apartamentos duplos ou triplos, amplos e confortáveis. Todos com cama queen size, banheiros com blindex e varanda privativa. Tem duas piscinas com hidromassagem, a maior que fica logo na entrada da pousada é um convite irrecusável depois de um dia de praia. Fica localizada a 150 metros da Praia da Concha e 500 metros do acesso às praias do Resende, Tiririca e Ribeira. Ah, da rua da Pituba (a do centrinho) fica a 5 min de caminhada.

Curtiu? Então segue a gente lá no Instagram que tem monte de dica bacana sobre diversos destinos! É só clicar AQUI!

 

 


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre Mim

Parceiros