Piranhas (AL): a porta de entrada para a história do Cangaço!

Ela é pacata, pequena, uma típica cidadezinha do interior. Ganhou fama por ser a porta de entrada para a história do Cangaço! Motivo que tem levado muita gente a conhecer esse pedaço do estado das Alagoas, no nordeste brasileiro. A cidade histórica de Piranhas é a mais indicada para quem quer fazer os passeios guiados para conhecer sobre a história do cangaço e também para quem busca relaxar tomando banho de rio na região de Xingó. Piranhas (AL): a porta de entrada para a história do Cangaço!

piranhas

Cangaço

A cidade foi base de acampamento para Lampião e sua trupe na época do cangaço. As casinhas coloridas são um charme e parecem cenário de filme ou novela. Ruas estreitas e de paralelepípedo deixam o local ainda mais aconchegante. Piranhas é tombada pelo Iphan como Patrimônio Histórico Nacional. Para se ter uma ideia da importância histórica da cidade, em frente à prefeitura, foram expostas as cabeças de Lampião e Maria Bonita após emboscada para capturá-los.

piranhas

Paisagem

A cidade fica localizada entre Alagoas e Sergipe. Como existem alguns morros, de lá você tem vistas lindas do Rio São Francisco, mas prepare a perna porque as escadarias são looongas. Entre as atrações da cidade estão o Museu do Sertão, onde você encontra recortes de jornais da época do cangaço, vestimentas, objetos e fotografias. A entrada é bem baratinha, custando R$ 2. Bem juntinho do museu, você tem ainda o Relógio da Torre e a Maria Fumaça, que cortava as estradas do sertão nordestino.

piranhas

Tudo à pé

Dá pra fazer os passeios pela cidade todos a pé, fica tudo perto e é uma delícia caminhar por lá. E claro: batendo a canseira, é só cair no rio e relaxar! Vale a pena subir as escadarias até o Mirante Secular, que oferece uma vista privilegiada do lugar. Também não deixe de ir na Igreja do Senhor do Bonfim, que fica lá no alto. Nos finais de semana a cidade fica mais agitada, com bares e restaurantes bem cheios. Muitos deles tem música ao vivo e a turma fica pelas calçadas e pela rua curtindo uma boa cachaça e a vibe do lugar.

piranhas

Canyons

E claro que quem vai pra Piranhas não vai deixar de conhecer o Cânion do Xingó na vizinha Canindé de São Francisco. O município de Canindé, a 15 quilômetros, como a cidade não tem muita “graça”, todo mundo fica hospedado em Piranhas e faz o passeio do cânyon no famoso bate e volta. Precisa reservar hotel pra sua viagem? Clica aqui!

piranhas

Velho Chico

O passeio, de quatro horas e meia, sai do atracadouro de Piranhas. Você navega pelo leito natural do Rio São Francisco até o distrito de Entremontes. Dali, o catamarã segue para o ponto de onde sai a trilha que leva à Grota de Angico., já no município de Poço Redondo, em Sergipe — lugar onde Lampião, Maria Bonita e mais nove cangaceiros foram mortos durante uma emboscada.

piranhas
A estrela da região é o passeio de catamarã ao cânion do Xingó, que sai do restaurante Karranca’s, na margem sergipana, a 9 km do centrinho de Canindé de São Francisco. O catamarã sobe o rio e leva ao Paraíso do Talhado, um dos pontos mais estreitos do cânion, na margem alagoana. O outro passeio bacana de barco é o passeio de catamarã à Grota de Angicos, que sai de Piranhas, na margem alagoana, e leva até um ponto de apoio na margem sergipana, perto do lugar onde emboscaram Lampião e Maria Bonita.

piranhas

Como Ir

Para chegar até Piranhas, saindo de Aracaju é de carro. A estrada tem condições boas de viagem e sinalização. São cerca de 220 km de trajeto. Também existem ônibus partindo em vários horários ao longo do dia,  com destino em Piranhas ou Canindé de São Francisco. Se descer em Canindé, basta pegar um táxi ou mototáxi até Piranhas, fica a cerca de 10 km de distância. Vai alugar carro pra sua viagem? É só clicar aqui!

 

piranhas

Piranhas (AL): a porta de entrada para a história do Cangaço! Faça suas reservas pelo nosso site, acessando os links no Tudo Para Sua Viagem você não paga mais nada por isso e colabora para que a gente receba uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o site!

Compartilhe