Balé da Cidade de São Paulo sobe ao palco do Auditório Ibirapuera com releitura do clássico “A Sagração da Primavera”, do compositor russo Igor Stravinsky

O Balé da Cidade de São Paulo sobe ao palco do Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer, nos dias 26 e 27 de abril (sexta e sábado), às 21h; e 28 de abril (domingo), às 21h, para apresentação gratuita do espetáculo “A Sagração da Primavera”, releitura do clássico do compositor russo Igor Stravinsky (1882-1971), uma das mais importantes obras do século XX e marco da dança moderna mundial. Com criação de Ismael Ivo, o espetáculo integra a programação do festival “Abril para Dança”, que abre espaço para os movimentos da dança na cidade de São Paulo e tem curadoria de Fernando Dourado.

Foto Divulgação

Conforme explica o diretor artístico do Balé da Cidade de São Paulo, Ismael Ivo, “em ‘A Sagração da Primavera’, a beleza se introduz com uma suave chuva de pétalas de rosas. Porém, subsequentemente dá lugar a uma tempestade de pétalas num delírio incessante e incontrolável. Uma metáfora e uma forma de alarme do desequilíbrio das condições ambientais. A coreografia se encaminha a um ritual coletivo onde cada membro se torna um veículo que expressa conflitos contemporâneos, desejos, aspirações, sensualidade e gênero. O corpo tentando despertar seus instintos primários. Um ritual  misterioso, que busca a beleza, desejos, sensualidade e aspirações humanas.”

Foto Divulgação

Em sua montagem original, “A Sagração da Primeira” trata do ritual ao deus da primavera. A composição de Igor Stravinsky, coreografada por Vaslav Nijinsky, teve uma estreia tumultuada em 29 de maio de 1913, no Théâtre des Champs-Elysées, em Paris, quando desafiou as convenções estéticas devido à uma música ritmicamente complexa e uma coreografia provocante.

Programa:

Cenas

I          Jardim dos Mistérios

II         Terra Perdida

III        Corpo Sensual

IV        Desejo

V         Explosão

VI        Sacrificium

VII       Primavera

Ficha técnica:

Balé da Cidade de São Paulo

Direção Artística: Ismael Ivo

A Sagração da Primavera

Ideia e Conceito Geral: Ismael Ivo e Marcel Kaskeline

Coreografia: Ismael Ivo

Música:  Andreas Bick, Igor Stravinsky

Regência: Roberto Minczuk e Convidado

Assistente de Coreografia: Elisabetta Violante

Ensaiadoras: Carolina Franco, Roberta Botta

Espaço Cênico: Marcel Kaskeline

Assistente de Cenografia: Ronaldo Zero

Execução de Projeto Cenográfico: FCR Produções Artísticas

Desenho de Luz: Marisa Bentivegna

Assistente de Iluminação:  Amanda Amaral

Figurino: Gabriele Frauendorf

Assistente de Figurino: Juliana Andrade

Intérpretes: Alyne Mach, Ana Beatriz Nunes, Antônio Adilson Jr., Ariany Dâmaso, Bruno Gregório, Bruno Rodrigues, Camila Ribeiro, Carolina Martinelli, Cleber Fantinatti, Erika Ishimaru, Fabiana Ikehara, Fabio Pinheiro, Fernanda Bueno, Grecia Catarina, Harrison Gavlar, Isabela Maylart, Jessica Fadul, Leonardo Hoehne Polato, Leonardo Muniz, Luiz Crepaldi, Luiz Oliveira, Manuel Gomes, Marcel Anselmé, Márcio Filho, Marina Giunti, Marisa Bucoff, Rebeca Ferreira, Renata Bardazzi, Reneé Weinstrof, Uátila Coutinho, Victor Hugo Vila Nova, Victoria Oggiam, Yasser Díaz

Foto Divulgação

Sobre Abril Para Dança:

O festival “Abril Para Dança”, da Secretaria Municipal de Cultura, consolida a linguagem da dança como uma das mais expressivas e plurais em de São Paulo. De 22 a 28 de abril, diversos pontos da cidade, bem como os palcos dos teatros e centros culturais municipais, servirão de vitrine para os mais diversos estilos da dança.

Espetáculos de importantes companhias brasileiras e internacionais de dança contemporânea, urbana, brasileira, flamenca, clássica e africana movimentarão a cidade numa clara demonstração da potência criativa da dança no nosso país. É o mês de abril celebrando e abrindo espaço para os movimentos da dança na cidade de São Paulo.

Foto Divulgação

SERVIÇO:

26 E 27 ABR 2019 | 21h

28 ABR 2019 | 19h

Abril para Dança

com Balé da Cidade de São Paulo

em A Sagração da Primavera

duração: 60 minutos (aproximadamente)

ingressos: Gratuito. Distribuição de ingressos na bilheteria do Auditório, uma hora e meia antes da apresentação. Limite de dois ingressos por pessoa. Sujeito à lotação da casa.

[classificação indicativa: 14 anos]

informações: www.auditorioibirapuera.com.br

tel.: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer

Desde 2011, o Auditório Ibirapuera é gerido pelo Itaú Cultural, em parceria com a Prefeitura de São Paulo. O Instituto e a Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo renovaram o convênio de gestão, vigente até 31 de dezembro de 2019. O trabalho inclui a gestão da Escola do Auditório, voltada à formação de música para estudantes da rede pública de ensino da capital. Esta parceria público-privada de cultura e formação já impactou mais de um milhão e meio de espectadores.

Capacidade Plateia Interna: 806 lugares

Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Portão 2 do Parque Ibirapuera

(Entrada para carros pelo Portão 3)

Fone: 11.3629-1075

info@auditorioibirapuera.com.br

http://www.auditorioibirapuera.com.br/

Ar-condicionado. Acesso a pessoas com deficiência. Proibido fumar no local.

Estacionamentos / Transporte:

Estacionamento do Parque Ibirapuera, sistema Zona Azul – R$ 5 por duas

horas. Dias úteis das 10h às 20h, sábados, domingos e feriados das 8h às 18h

Ônibus:

Linha 5154 – Terminal Sto Amaro / Estação da Luz

Linha 5630 – Terminal Grajaú / Metrô Bras

Linha 675N – Metrô Ana Rosa / Terminal Sto. Amaro

Linha 677A – Metrô Ana Rosa / Jardim Ângela

Linha 775C/10 – Jardim Maria Sampaio / Metrô Santa Cruz

Linha 775A/10 – Jd. Adalgiza / Metrô Vila Mariana

O Auditório Ibirapuera não possui estacionamento ou sistema de valet. O estacionamento do Parque Ibirapuera é Zona Azul e tem vagas limitadas. Sugerimos que utilize táxi ou transporte público.

Compartilhe