Alessandra Leão lança “Macumbas e Catimbós” no Auditório do Ibirapuera!

A cantora, compositora e percussionista Alessandra Leão faz show de lançamento de “Macumbas e Catimbós”, oitavo disco de sua carreira, no próximo dia 24 de agosto, sábado, às 21h, no Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer. Acompanhada pelos músicos Maurício Badé (ilu e voz) e Abuhl Jr. (ilu e voz), a artista pernambucana assina a direção artística e divide a produção musical com Caê Rolfsen. O show terá participação de Mestre Sapopemba, Luiz Soliano e Terreiro Recanto Quiguiriçá, Sthe Araujo, Lívia Mattos, Isaar e Caê Rolfsen.

alessandra leao

Foto: Bia Varella

O disco “Macumbas e Catimbós” tem como formação instrumental, voz e trio de ilús (tambores usados nos terreiros de Pernambuco), e o repertório é composto por músicas de Alessandra Leão e temas tradicionais da jurema, candomblé e umbanda. Essas religiões de matrizes africana e indígena têm uma relação bastante singular com a música. Seu papel nunca é secundário nos rituais e celebrações; é a música quem conduz e sustenta a maior parte dos trabalhos; é fundamental para o transe, para a conexão e comunicação com o sagrado. Para além dos rituais, a “música de terreiro” é de suma importância na formação cultural do Brasil, tanto quando se apresenta de maneira mais próxima à realizada nos terreiros (voz e percussão), quanto quando influencia outros gêneros musicais, seja por meio dos ritmos ou de caminhos melódicos e poéticos.

O álbum tem participação especial de Lia de Itamaracá, Mateus Aleluia, Sapopemba e Recanto Quiguiriçá e o coro convidado formado por: Karina Buhr, Lenna Bahule, Lívia Mattos, Isaar e Manu Maltez. A direção de arte é de Juliana Godoy (que também assina a cenografia e capa), Marcelo Gandhi e Alessandra Leão; o projeto gráfico é de Vânia Medeiros; fotografias de Bia Varella e Gabriel Quintão. “Macumbas e Catimbós” é uma oferenda, uma afirmação da fé e da arte em tempos de aumento da intolerância religiosa no Brasil; uma afirmação da importância das tradições que nos sustentam cultural e espiritualmente.

alessandra leao

Foto: Bia Varella

Ficha técnica do show:

Idealização e Direção Artística – Alessandra Leão

Músicos – Alessandra Leão, Maurício Badé e Abuhl Jr

Participações – Lia de Itamaracá, Mateus Aleluia, Sapopemba e Terreiro Recanto Quiguiriçá

Coro convidado – Lenna Bahule, Karina Buhr, Isaar, Lívia Mattos e Manu Maltez

Projeto Gráfico – Vânia Medeiros

Cenografia – Juliana Godoy

Produção Executiva – Acesa Produções e Júlia Carlos

Sobre Alessandra Leão:

A artista iniciou sua carreira com o grupo Comadre Fulozinha, ainda na década de 1990 e, desde 2006, desenvolve seu trabalho autoral, que já conta com sete discos lançados. Seu trabalho mais recente foi a trilogia de EPs “Língua”, composta pelos capítulos “Pedra de Sal”, “Aço” e “Língua” (2014 e 2015). Sua relação entre música e sagrado sempre despertou o interesse da artista nascida em Pernambuco e residente em São Paulo. Em 2008, lançou o disco “Folia de Santo”, com músicas para santos católicos que foram sincretizados em Orixás em algumas religiões de matriz africana.

Dez anos depois, a artista lança seu oitavo disco: “Macumbas e Catimbós”, fruto de anos de aprofundamento em tradições musicais de terreiros de Candomblé, Jurema e Umbanda, onde a voz e a percussão são os condutores dos trabalhos espirituais. Há cerca de dois anos, Alessandra tornou-se “corimbeira” ou “ogã” na Umbanda, responsável pelos toques e cantos durante os rituais e função proibida às mulheres em grande parte dos terreiros de religiões de matriz africana. Sendo assim, a partir dessa experiência, tem se aprofundado ainda mais nesse tema.

SERVIÇO:

24 AGO 2019 | 21h
Alessandra Leão
em show de lançamento do disco Macumbas e Catimbós
participação Manu Maltez, Mestre Sapopemba, Luiz Soliano e Terreiro Recanto Quiguiriçá, Sthe Araujo, Lívia Mattos, Isaar e Caê Rolfsen.
duração: 90 minutos (aproximadamente)

ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia entrada)
[livre para todos os públicos]
A apresentação conta com interpretação na Língua Brasileira de Sinais (Libras)

informações: www.auditorioibirapuera.com.br

tel.: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

Ingressos:

Data de início da venda de ingressos: 09 de agosto de 2019.

A venda de ingressos será realizada nos canais da Ingresso Rápido e na bilheteria do Auditório Ibirapuera.

Horários da bilheteria:

Sextas-feiras e sábados, das 13h às 22h.

Domingos, das 13h às 20h.

Sistema Ingresso Rápido: pelo site www.ingressorapido.com.br e pontos de venda espalhados por todo o Brasil.

Formas de Pagamento: American Express, Visa, MasterCard, Dinners Club, Aura, Hipercard, Elo, Vale Cultura Sodexo e Vale Cultura Ticket, todos os cartões de débito e dinheiro. Não aceita cheques.

Meia-entrada

Lei Federal n° 12.933/2013

– O direito é garantido nos termos da Lei a estudantes regularmente matriculados e com documento de comprovação (Carteira de Identidade Estudantil).

– Jovens de 15 a 29 anos que comprovem renda familiar mensal de até dois salários mínimos, com inscrição no CadÚnico / ID Jovem.

– Idosos (60 anos ou mais).

– Portadores de deficiência e acompanhantes.

– Professores da rede pública Estadual e das redes Municipais de ensino (mediante apresentação de holerite ou da carteira funcional emitida pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo).

– Crianças de 04 a 12 anos (acompanhadas de maior responsável) pagam meia-entrada.

– Crianças de 0 a 03 anos têm entrada gratuita.

Obs.: Os documentos comprobatórios de meia-entrada, quando aplicável, deverão ser apresentados no ato da compra dos ingressos e na entrada dos espetáculos.

Dúvidas e reclamações sobre meia-entrada:

Procon/São Paulo – Tel: 151 ou (11) 3824-2422

Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer

Desde 2011, o Auditório Ibirapuera é gerido pelo Itaú Cultural, em parceria com a Prefeitura de São Paulo. O Instituto e a Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo renovaram o convênio de gestão, vigente até 31 de dezembro de 2019. O trabalho inclui a gestão da Escola do Auditório, voltada à formação de música para estudantes da rede pública de ensino da capital. Esta parceria público-privada de cultura e formação já impactou mais de um milhão e meio de espectadores.

Capacidade Plateia Interna: 806 lugares

Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Portão 2 do Parque Ibirapuera

(Entrada para carros pelo Portão 3)

Fone: 11.3629-1075

Estacionamento do Parque Ibirapuera, sistema Zona Azul – R$ 5 por duas

horas. Dias úteis das 10h às 20h, sábados, domingos e feriados das 8h às 18h

Ônibus:

Linha 5154 – Terminal Sto Amaro / Estação da Luz

Linha 5630 – Terminal Grajaú / Metrô Bras

Linha 675N – Metrô Ana Rosa / Terminal Sto. Amaro

Linha 677A – Metrô Ana Rosa / Jardim Ângela

Linha 775C/10 – Jardim Maria Sampaio / Metrô Santa Cruz

Linha 775A/10 – Jd. Adalgiza / Metrô Vila Mariana

O Auditório Ibirapuera não possui estacionamento ou sistema de valet. O estacionamento do Parque Ibirapuera é Zona Azul e tem vagas limitadas. Sugerimos que utilize táxi ou transporte público.

 

Compartilhe