Pra quando a pandemia passar: que tal curtir uma casa na montanha no Canadá!

E essa pandemia que não passa hein? Para quem vive no Brasil então, vai se arrastando a vacinação e enquanto não dá pra gente voltar pro mundo, que tal ir se informando sobre alguns destinos e quem sabe muito em breve possamos zarpar com segurança e tranquilidade. Para quando esse momento chegar, nossa dica de hoje é o Canadá, prepare o casaco, luva, cachecol que o frio é de quebrar o queixo. Acompanhe  gente também no Instagram, onde você pode receber várias dicas de viagem e conhecer paisagens incríveis! É só clicar AQUI!

Quando Ir

Claro que pra quem buscar essa aventura de neve e frio nas montanhas tem que ir mesmo no invernão. Cheguei a pegar 27 graus negativos num começo de ano. Então anota aí: de dezembro a março, o inverno em Montreal tem média de -5,5 graus, sendo janeiro o mês mais frio, podendo chegar a menos 40 graus. Para tal, camisetas primeira e segunda peles, casaco dos bons, touca, luva, cachecol, bota térmica e tudo mais que você tiver disponível. E se na cidade já é muito frio, imagine no topo da montanha. Não é para os fracos…

O que fazer

Estar na montanha encarando esse frio já é por si uma grande aventura. Para quem quer mais que isso, vale a pena visitar pistas de esqui. E já adianto que não é fácil. Primeiro, a gente faz uma espécie de curso para saber manusear o equipamento e coordenar a manobra para direita ou esquerda, mas não é nada tão simples como parece. Depois de uma horinha de “aula”, a gente sobe a montanha pra então descer esquiando. Me pareceu perigoso e minha dica primordial é: quando não souber parar as “paletas” do esqui se jogue no chão. É melhor do que sair da pista e se destrambelhar em meio às arvores.

Trenó

E tem passeio de trenó, no melhor estilo “Papai Noel”. Os cães lindos e “não muito simpáticos” puxam o trenó em velocidade. E você vai seguindo em meio às ruas de neve pela montanha. É um típico cenário de filme, misturado com a magia do bom velhinho. O passeio segue em dupla, um em pé e outro sentado, podendo trocar de posição quando queiram. Ao que está em pé cabe a função de diminuir a velocidade acionando o freio quando necessário. E a dica de ouro é: exercite-se! Para não coagular o sangue, mexa-se! Estique e volte os braços e as pernas o tempo todo assim que senti-los dormentes.

Pescaria em lago congelado

Já imaginou pescar num lago congelado? Pois então, no Canadá é possível! Pode ficar tranquilo que a placa de gelo não vai se quebrar e você não cairá na água gelada. Pra ter uma ideia da resistência, passa até carro por cima e nada acontece. Fui com grupo de amigos para esta aventura. Depois de estacionar o veículo, fomos com uma pequena barraca e todo material necessário para a pesca: facas, temperos, molhos, e claro isca e anzol. Com todos os anzóis instalados no gelo, ficamos a poucos metros aguardando o fio se mexer dando sinais de que o peixe foi fisgado.

Daí em diante é só correr pro abraço! Cada um vai uma vez e puxa o pescado. A expectativa pra ver qual tamanho o peixe tem é uma diversão só. E depois de capturar vários peixes no lago congelado, é hora de comer. São fritados ali mesmo numa “fogueira” que acendemos e depois de comer basta enterrar as cinzas e pedaços de madeira no próprio gelo. Alguns passeios pelo Nordeste já foram retomados e temos uma reportagem sobre isso, é só clicar AQUI! Ah, colocando nome do nosso site (ROTA1976) no código promocional você ganha 10% de desconto em qualquer um deles! Acessa no link acima!

Faça suas reservas pelo nosso site, acessando os links no Tudo Para Sua Viagem você não paga mais nada por isso e colabora para que a gente receba uma pequena comissão, o que nos ajuda a manter o site!

Compartilhe